terça-feira, 23 de junho de 2009

Plantando futuros

Guardando tudo em seu coração
angústias, medos, sentidos
Sofia plantou ali no meio
sonhos, anseios, desejos
amores, paixões, devaneios
Quanta coisa ali trancafiada
e que as lágrimas molhadas
fazem crescer
abrir as pétalas
suaves
resplandecentes
escuras.

Porque o medo existe?
Essa sensação demolidora
desmotivante
assustadora
que nos transforma em seres sem graça
zumbis
estátuas.
O medo é pior que a morte.

Não podia simplesmente arrancar o medo.
Ele era traiçoeiro, se emaranhava nas rosas
cortá-lo era matar todos seus próprios encantos.
Melhor regá-los.... e aprender a amar cada um deles.