Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2010

A Pausa

Imagem
A pausa te faz ver muitas coisas até mesmo a graça de ver a vida passando e você ali assistindo de camarote a pressa alheia, o nervosismo alheio até se dar conta que você era nervosa e tinha pressa e que isso não resultou em nada plausível. Percebe que as oportunidades não chegam mas são construídas. Percebe que ser malabarista atrapalha a arte do viver. A pausa também é perigosa te faz sentir o desvalor Mas também te faz valorizar outras coisas e crescer sua afinidade consigo mesma. A pausa é necessária. Conflitiva. Difícil é dar-se esse presente. Reconheçamos nossa necessidade de pausa e deixemos nossas almas começarem a viver. Porque as pausas proporcionam toda a energia para todas as outras coisas. É un renascer.

Novelo

Imagem
Hoje eu sinto vontade de me enrolar inteirinha Sabe, quando você acha uma blusa de tricô Fora de moda no fundo do armário e resolve desmanchar todinha? Queria assim. Pegar o fio da alma e enrolar tudo num novelo, enroladinho ver os pontos se desmanchando e sentir prazer botar na prateleira do armário e ficar com  aquela boa sensação de missão cumprida. Esperar inspiração para, um belo dia, costurar ... tudo de novo ..... Mas, dessa vez, costurar algo mais durável

Crônicas Hospitalares

Imagem
Bom, depois de todo o susto, todo o nervosismo e o medo, chegou o grande dia. Internei às 6h da manhã. Minha irmã, morta de sono e com uma touca de lã enfiada na cabeça, me levou ao hospital. Por causa da agitação dela, o enfermeiro pensou que quem ia operar era ela. Ainda bem que consegui chegar a tempo de impedir o mal entendido. Vesti aquele aventalzinho ridiculo e fui para o centro cirúrgico. Lá as enfermeiras estavam animadésimas, como se aquilo fosse um parque de diversões. O meu médico chegou, bateu um papo comigo e lá fui eu para a sala de cirurgia. Chegando lá estava meu médico, num canto estudando meus exames, e as enfermeiras na maior animação. Eis que chega ele, o anestesista: um senhor gordinho de cara engraçada que diz: "que você tá fazendo aqui minha nega?" E eu respondo que era por culpa de uma hérnia de disco. E ele: " aff essa &#@&* se resolve com rebolation!". Pois é amigos, apaguei ouvindo uma discussão animada sobre que tipo de dança eu…