domingo, 20 de setembro de 2009

Toque do silenciar


Cala teu coração menina bela
Porque ninguém quer ouvir
das tuas aventuras, vivências ,sabores
Nada faz a diferença para eles
se hoje é segunda ou domingo
se faz frio ou calor
Não interessa o que você sente
impertinente é tua alma
os outros não tem culpa
se existe ganas no teu falar
Cala da tua boca as ideias
guarda tudo dentro
e não deixa cair uma única lágrima
porque não vale a pena
deixar pérolas tão bonitas
deslizar no rosto amargo e cansado.
Cala tua beleza
e guarda toda ela
a quem a mereça.

terça-feira, 15 de setembro de 2009

Agradecimento


Agradeço às 11918 visitas que o blog teve!

Obrigada de todo o coração àqueles que perderam alguns minutos de seu dia para ler as palavras que rodopiam aqui.

Sampa

São Paulo é concreto canto
carros, trens, tudo canta
melodia do barulho
e barulho é vida.
Buzinas pulsam
veículos desentupindo artérias
velozes por avenidas belas
esquinas conversadeiras.

Silêncios se deve carregar dentro
alimentar silêncios é
amar o deus que aí vive
Até que o silêncio cresça
e liberte a alma
para voar pelo eterno.

Mas estou viva
E louvo a sinfonia da cidade
O ruidoso viver.

Hoje eu sou um jardim só
Mas não há quem veja minhas cores
quem respire meu perfume
que se alegre de meus encantos
E eu só queria ganhar um abraço...