sexta-feira, 16 de novembro de 2007

Saudade


No meio da noite
senti que me chamavas
e acordei, alvoroçada
te procurando no breu.


E meu coração doeu fundo
de uma dor que não se explica
apenas se sente.
Dor de saudade.

domingo, 4 de novembro de 2007

Eu vim...


Eu vim para diversificar
erguer bandeiras
soltar o grito preso na garganta
propagar o diferente
incentivar o exótico
libertar mentes

Eu vim para matar a ignorância
Ressuscitar ideais
quebrar barreiras
elevar saberes
acender sentidos
escalar obstáculos

Eu vim para ser diferente
religar relações
criar novas possibilidades
processar o exótico
inventar paixões
descobrir novos paradigmas

Eu vim para viver
intensamente
plenamente
fervorosamente
apaixonadamente...
Eu vim para recriar o novo