Medos e confusões


Dentro de si um mundo de palavras
confusas, inquietas
e se....
E se não conseguisse
se o tempo não passasse?
E se em seus caminhos cíclicos
ela se perdesse?
Dentro de si um mundo de pensamentos
medrosos.
A ideia do enfrentar-se
Inquietações, manias
Não, não era como os outros
não podia correr mais
sem ver a vida
passar
num desfile de lantejoulas cor de ceu
O mundo andava tão triste
Retrocedia o passo
Não, não era possível.
Amar quem se viu num meio-fio
Ele olhou nos olhos dela
a chamou de moça bela
deu um sorriso desses de amor
Seria verdade num mundo falso
ou verdade para o ingênuo coração
que trazia no peito
desde o dia que fugindo de castelos,
perdendo-o em muros e desfiladeiros
encontrando-o no deserto dos sentimentos
e esquecendo-o em meio
à pressa da cidade?
Perguntas e mais perguntas
que giravam no sobe e desce
de sensações absurdas
da moça bela
de sorriso triste
que não sabia amar.

Comentários

Natália A. disse…
Lindo, como sempre.

Postagens mais visitadas deste blog

Saturno

Espera