quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Vende-se

Está a venda um coração
Ele é pesado e cheio de amor
meio desesperado
Azul porque ama o mar
Vermelho de se apaixonar.

Frágil, dilacerado
com alguns remendos
mas que bate ainda.

Vende-se um coração, e bem rápido
Porque sua dona amou demais
mas não conseguiu ganhar amor.

Um comentário:

Anônimo disse...

Resolvi dar uma passada. Que bom ver que você continua talentosa.

Beijo,

Barone