Roda da Fortuna II

Ás vezes a gente tem que ouvir coisas que não merecemos
Pode ser que as coisas venham da boca de quem não gostamos
e não nos surpreende, é até engraçado
Se torna um gasto de palavras desnecessário
porque já sabemos que este não gosta de nós
porque nós não gostamos dele

Mas pode ser que essas doídas coisas
venham da boca de quem amamos.
- do lado que não esperamos
E o mundo se esvai em grãos de areia pelos dedos
um abismo se abre
e temos o ímpeto de vestir armaduras de aço
para machucarmos nossas próprias feridas
porque nos sentimos culpados pelo golpe desferido
daquele que asssim mesmo amamos
.

Comentários

Tangerina disse…
É a vida... mas tudo tem seu tempo e cada um tem seu dia.

;)

Postagens mais visitadas deste blog

Saturno

Espera