Estação Saudade




Você pegou na minha mão
E abriu-se o céu sobre a terra
Que enfeitou-se de sons e cores.

Eu encabulei,
baixei meus olhos diante da realeza do teu olhar
da luz do teu sorriso.

E minha mão, derreteu.
Você moldou-a de novo com carícias
E me vi mulher.

Sim! Mulher nessa vida intensa e bela
Com que tu me presenteastes antes de me deixar
Na estação Saudade.

Comentários

Pierre C. Cortes disse…
Belíssima.
Vc. é toda poetisa.

Beijos

Postagens mais visitadas deste blog

Saturno

Espera