terça-feira, 2 de outubro de 2007

Roda-gigante

A gente não escolhe o amor
O amor é que escolhe a gente

A gente se enamora,
Dança na chuva
Sorri pra lua

Canta baixinho
Sacode a poeira
Se enfeita de carinho

Mas nada é do jeito
Que a gente espera e quer!
E roda o mundo
Gira a roda
E quem a gente ama dá no pé!

E dói o coração
de uma dor apertada
que torce o coração
e derrama lágrimas ardidas...

Mas não tem jeito não!
Tem que ser bola pra frente
Cabeça erguida
Se não a gente não agüenta
E suicida o que de melhor a gente tem
O poder de amar !

Nenhum comentário: